Texto Narrativo (Policial/Mistério)- Sr.Snobe

Objeto atribuído: Saca de compras.

Sr.Snobe, cabelo curto, branco, um bigode cinzento, áspero, nariz apontado para o céu e sempre, sempre de cabeça na lua. Andava sempre de casaco de couro, longo e um pouco gasto na zona dos bolsos e tinha quase um milhão daqueles sapatos pretos que cegavam qualquer um que olhasse para eles.

Naquele dia cinzento em Nova York, pelas 10 da manhã, Sr. Snobe já se preparava para o dia, bebeu o seu café preto sem açúcar enquanto lia daqueles jornais diários que no século XXI ainda existem ainda sem se saber como.

Recebeu uma chamada do seu chefe, como sempre às, precisamente, 10:21 da manhã, mais um caso de homicídio, desta vez era diferente, asfixia com um saco de levar as compras, essa é nova.

Pegou no casaco e no cachimbo e saiu pela porta a dentro dirigindo-se para o seu local de trabalho, dois quarteirões da sua casa, num prédio velho no 8º andar. (…)

Anúncios